Quando um amor te leva a conhecer outro amor...

BEDA #17

Eu nem imaginava conhecer o Carlos Luiz Zafón, vocês não podem imaginar como eu fui conhecer esse autor.

No auge da minha volta aos livros, quando estava ingressando nos desafios literários, uma novidade maravilhosa me fez procurar um livro, em especial: Algum livro que tivesse no título o nome MARINA.

Pois é... Uma das minhas sobrinhas amadas nascia e eu queria em sua homenagem, buscar alguma obra que remetesse ao seu nome. Felicidade a minha de esbarrar no Zafón, porque posso dizer que um amor me apresentou a outro.

Vejam só se vocês não se encantariam com uma bolotinha dessas aí ao lado... Eu estava encantada, minha irmã tinha tido 2 meninos e tinha perdido um outro bebê, tentando sua menina, depois de um tempo de sofrimento e tentativas, chega Marina.

Foi quase assim que chegou Marina Livro em minha vida. Eu nunca tinha lido nada nesse gênero, romance com alguns traços de história fantástica, com elementos assombrosos, coisas que não se explicam a não ser num livro de fantasia pura, o que não era o caso desse livro! Eu confesso que chorei bastante no final!

E que pena, que esse ano perdemos esse grande autor espanhol, que escreveu obras maravilhosas, quase sempre retratando os cenários lindos de Barcelona.

Nascido em 1964, o escritor de histórias suaves de suspense e mistério, antes de se tornar escritor, foi publicitário. Morreu em Los Angeles, aos 55 anos, muito jovem.

Ele afirmava que de todos os livros que tinha publicado um dos favoritos era Marina. Eu concordo plenamente com ele, mesmo que não tenha lido nem metade de sua obra.

E vocês?

Lembram de alguma história curiosa, ou interessante de como descobriu algum autor?

Todo leitor tem alguma coisa pra contar de suas aventuras pelas páginas de um livro, conte aí uma das suas.

Beijo grande,

Drica Moreira.

© 2016 por Café, Livros e Sonhos. Orgulhosamente criado com Wix.com