Indicações de Domingo

BEDA #23

Esse livro veio na Caixinha da DOXABOX que tem por título ANSEIO e  eu estou lendo muito pausadamente porque o assunto é muito denso, mas muito importante. Fala sobre os desejos do nosso coração e porque somos criaturas divinas, mas na maioria das vezes não entendemos o que realmente nos preenche o coração, e o que nos traz paz. Talvez seja por isso que nos enganamos e escolhemos coisas que passam, modismos que mais nos afastam de Deus e do  seu caminho. Buscamos no mundo respostas que apenas Deus é capaz de nos dar. Temos um livro sagrado, mas é mais interessante acreditar no horóscopo, nas adivinhações, nas orientações daqueles ídolos do mundo que em geral não entendem nada de nossa própria fé.

Até quando a gente viverá de forma incoerente? Professo uma fé, mas a contradigo todos os dias... Se Deus colocou em nós um espaço no coração que só se preenche efetivamente com a Sua presença é inútil buscar a felicidade no mundo, não é coerente pensar assim?

É tudo muito coerente, mas não é fácil fazer as escolhas certas e não é fácil enxergar o "caminho da felicidade" quando se tem um exército de gente gritando que você não pode seguir a sua fé, que mostram, nos mínimos detalhes aquilo que você tem que fazer para ser independente e livre. No fundo, essas pessoas querem e muitas vezes conseguem a sua atenção e fazem você pensar que é uma coisa muito chata viver debaixo da lei divina e criam um mundo paralelo, uma bolha, onde você se imagina fazendo tudo o que quer, como no "Maravilhoso mundo de Bob" (Já viram esse desenho animado? Eu curtia muito e assistia com meu filho) - mas, o fato é que a vida real não é uma bolha, você não consegue ter tudo o que quer, você nem precisa de tudo o que acha que precisa ter e quando você percebe que era tudo um sonho louco, o tempo acabou. A história parece trágica, mas é séria.

Não é à toa que Jesus disse: "Eu não sou desse mundo" quando Pilatos questiona a respeito dele ser o Filho de Deus e não ter um exército a postos para retirá-lo daquela situação humilhante, diante de um julgamento injusto, próximo da crucificação...

Pois é... É preciso enxergar além das aparências, as intenções. Quem é de Deus tem respeito por sua Palavra. Não estou falando para pagãos, não especificamente nessa postagem. Estou falando para cristãos, ou os que se dizem cristãos e continuam distorcendo as palavras dos Evangelhos ou de qualquer parte da Bíblia para o seu próprio benefício.

Eu faço esse post, sobre as impressões que estou tendo dessa leitura, e também posso citar outro - Cristianismo Puro e Simples, que vai na mesma linha e que nos questiona a respeito de nossas escolhas e da coerência em relação às nossas crenças dentro da visão cristã. Não estamos buscando uma moral passageira, mas uma moral que seja transcendente, que não se modifique a cada passar de século, pois o cristão pode até usufruir de alguns aspectos da moda, mas não pode sobreviver incorporando a moda aos seus hábitos, pois, se assim o fizer, corre o risco lógico de proclamar a extinção de sua origem e de perder-se numa "bolha" criada por quem não entende a sua fé. Eu tenho certeza que não quero isso para a minha vida.

 

Xero,

Drica Moreira.

© 2016 por Café, Livros e Sonhos. Orgulhosamente criado com Wix.com