Um pedacinho do Céu

BEDA #29

"Um dia uma criança me parou, olhou bem nos meus olhos a sorrir. Caneta e papel na sua mão, tarefa escolar para cumprir e perguntou no meio de um sorriso "O que é preciso para ser feliz?"

Pixabay - kcelsner

Essa postagem vai para a categoria inspirações divinas, quando a gente não sabe bem de onde surgiram, ou porque eu pensei nela a semana inteira. Uma ideia que não saiu da minha cabeça até que eu me pusesse a realizá-la. Estou fazendo porque não consigo fazer outra coisa até que eu termine. Tenho uma porção de coisas urgentes pra resolver em casa, serviços domésticos, consertos, coisas que gritam sua urgência.

Mas, o que seria mais urgente do que atender o que o espírito quer colocar para fora? Enquanto você não realiza, ele não te deixa em paz... Vamos obedecer...

Há alguns anos atrás, eu frequentava, com uma amiga (Márcia), quase irmã, um grupo de oração católico para rezar o terço e ler a Bíblia e rezarmos uns pelos outros. Um local simples, escondidinho na casa de um anjo, chamado Maria José. Claro que como pessoa, ela deve ter todas as imperfeições que uma pessoa comum tem, chamo-a de anjo, porque naquele momento em que estávamos juntas, rezando, cantando, lendo a Bíblia o tempo parecia parar. Nada existia fora daquele céu. Ela era uma senhora já com seus 60 anos ou mais, mas, parecia uma criança.

Uma das suas músicas favoritas era a que eu escrevi acima, e realmente, ela parecia uma menina, batendo palmas, cantando, fazendo com que quem estava ali, independente do problema que tinha deixado em casa, experimentasse uma alegria que não era deste mundo. Muitas daquelas pessoas tinham problemas sérios de saúde, câncer, problemas sem solução da medicina dos homens, outras viviam situação de violência dentro de casa, alguns tinham problemas financeiros bem difíceis, mas todos se transformavam naquele momento de extrema entrega a Deus.

Fico pensando aqui, quantas pessoas como eu, beneficiaram-se daquele momento e tornaram-se pessoas melhores, ou levaram uma força para suas casas quando tinham tão pouco pra comemorar da vida...

Pixabay - Leroy_Skalstad

Pixabay - Greyerbaby

As pessoas têm complicado demais o sentido da vida... Na verdade, é preciso acolher a vida como uma criança, mas é preciso ensinar às crianças que a felicidade é algo simples, não precisa de muito dinheiro, não precisa de muito brinquedo, não precisa de muito celular e nem internet, não precisa de roupas caras, não precisa de muitas festas... a única coisa que não pode faltar é JESUS, pois é Ele quem faz da nossa vida um eterno Céu! Há alguns anos atrás as famílias eram mais simples e teimo em dizer: eram mais felizes, porque aprendiam em casa que felicidade e amor é algo que não se compra e não se vende, mas se transmite quando se tem no coração.

 

E nós?

O que estamos fazendo para promover um pouco desse céu aqui na terra?

Xero,

Drica Moreira.

© 2016 por Café, Livros e Sonhos. Orgulhosamente criado com Wix.com