Deus é Luz

12/02/2020

Jo 1-3, 21

O Evangelho de João vem testemunhar que Jesus é a luz do mundo, a verdade que o homem busca para dar sentido à sua existência. Encontramos João Batista em Betânia, pregando um batismo de conversão e dizendo que Deus deve mandar "A Verdade", alguém que batizará, não mais com água, mas com a força do Espírito Santo de quem ele (João) não é "digno de lhe desatar a correia do calçado." (Jo 1, 27b)

Interessante notar que apesar de João Batista ser primo de Jesus ele diz não o conhecer, mas fala que é avisado de que Ele é o Messias pelo Espírito que o conduz a pregar a conversão e o batismo. Parece que o único encontro dos primos antes do batismo, foi quando Maria vai à casa de Isabel, sua prima para ajudá-la em sua gravidez, por já ser bastante idosa e precisar de seu auxílio. Nesse encontro de primas, o Bebê no ventre de Isabel reconhece a realeza de Jesus e salta no ventre de sua mãe.

Depois, Jesus começa a reunir seus primeiros seguidores e já passa para "As Bodas de Caná", onde sua Mãe intercede pelos noivos diante da falta de vinho e Jesus realiza o seu primeiro milagre. Um pouco mais à frente, Ele fica indignado por ver o Templo, que é a casa de Deus ser tomado pelos comerciantes que fazem daquele ambiente um local de vendas, reduzindo um lugar que deveria ser de oração e de gratuidade a local de comércio.

Termino esse trecho contemplando a conversa entre Jesus e Nicodemos em que Ele indica um dos caminhos para alcançar o Céu: "Nascer de novo", mas como nascer de novo? Voltar para o ventre da mãe? A renovação proposta por Cristo passa pela renovação promovida pelo Espírito Santo e sem ela é impossível ao homem enxergar a vida sob nova perspectiva e viver de forma plena.

O Evangelho de João é um constante sinal da Vida Plena que é Cristo e de sua Verdade Absoluta. Do amor de Deus pela humanidade, resgatando-a do domínio do mal através de seu Filho.

© 2016 por Café, Livros e Sonhos. Orgulhosamente criado com Wix.com