Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

A saga de Harry Potter não é famosa à toa. Terminei há pouco tempo o terceiro livro e estou encantado, além de um tanto quanto curioso, com os acontecimentos da história. Já dei inicio a leitura do quarto livro, mas neste post vou comentar um pouco de minha experiência na leitura de “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”.

   Uma das coisas que eu mais gostei nesse livro foram os grandes mistérios e plots na historia, principalmente nos últimos capítulos. O enredo consegue utilizar muito bem do suspense desde o início, quando Harry sai de casa (e sente que esta sendo observado) e no caminho para Hogwarts (com a aparição dos dementadores no trem). Além disso, a fuga de Sirius Black, o perigo que ele pode trazer e quais são seus planos aumentaram a minha curiosidade e a vontade por esta leitura.

Outra coisa que gostaria de ressaltar é sobre as partidas de quadribol, esporte mais famoso no mundo dos bruxos. Neste ano, a rivalidade estava a mil, as partidas foram repletas de emoções e reviravoltas, como na partida entre Grifinória e Lufa-Lufa, em que os dementadores entraram no campo e Harry caiu da vassoura, dando brecha para que o apanhador de lufa-lufa pegasse o pomo e ganhasse a partida.

Gostei muito desta leitura, consegui emergir muito na historia e me envolver com o enredo e com os personagens. Recomendo muito toda a saga de Harry Potter.

Agora é com vocês, boas leituras!

Oi, pessoal!

Eu sou o Arthur; sou um dos primeiros sobrinhos de minha tia Drica. Vou compartilhar com vocês, minhas leituras e outras curiosidades que forem interessantes. Sejam sempre bem vindos e podem deixar, se puderem, algum recadinho sobre a leitura compartilhada, ou alguma dica para as próximas leituras.

Vamos nos divertir bastante nessa coluna de resenhas!

Conto com vocês!

Abraços.

© 2016 por Café, Livros e Sonhos. Orgulhosamente criado com Wix.com